Entretenimento

Festival de música autoral tem participação do público pela internet

 Criado pela ex-BBB Cris Mota, a segunda edição do “Toca Que Eu Te Escuto” ganha versão on-line por causa da pandemia

Cris Mota – Foto: Paulo César

O concurso de Bandas Independentes “Toca Que Eu Te Escuto” ganha uma versão on-line e abre espaço para artistas de todo o Brasil e suas músicas autorais mesmo durante a pandemia. Criado em 2018, pela ex-BBB e produtora Cris Mota e pelo multinstrumentista Fred Chico, com apoio da Escola Livre Vila Musical e dos Estúdios Vila Musical, o festival nasceu para movimentar e valorizar a cena musical independente e agora, diante da crise do mercado audiovisual, se reinventou para continuar valorizando os artistas.

O projeto “Toca Que Eu Te Escuto” se prepara para trazer mais música boa e desvendar novos talentos após a quarentena. Enquanto isso, o festival está sendo realizado em um novo formato em seu perfil no Instagram – @tocaqueeuteescuto, onde promove um festival autoral com artistas on-line, com votação pelo “stories” do perfil. Os gêneros musicais são variados e as apresentações reúnem duelos instrumentais, autorais, cantores, bandas, adolescentes entre outras manifestações musicais.

Lucas Ferraz

– Nosso objetivo é dar visibilidade, incentivar e principalmente valorizar estes artistas. Quem vence é a Música! Somos um movimento cultural que chegou para dar voz aos músicos autorais. Queremos mostrar para o público o trabalho incrível dessas pessoas, carentes de reconhecimento no mercado e com uma qualidade e uma dedicação muito grande à música. Nesta versão na internet, o mais importante das disputas é proporcionar movimentação e aumentar as interações nas redes dos participantes. O festival está imperdível e traz muita gente talentosa de vários cantos do mundo – afirma Cris Mota, idealizadora do festival que hoje produz sozinha o projeto.

Guitarras, violões, teclados, instrumentos de sopro, apenas a voz e até caixinhas de fósforos formam inusitados solos e conquistam o público, que pode votar assim que o festival entra no ar, por 24 horas, quando é anunciado o vencedor e o próximo páreo. O grande vencedor receberá o prêmio de R$ 400 reais e o segundo lugar o valor de R$ 200, e acessórios disponibilizados por parceiros.  

Thamiris Mello

Para votar, basta assistir as postagens com as músicas autorais nas datas sinalizadas e votar nos “stories” na enquete, clicando no nome do artista. A votação terá a participação do público e jurados convidados. Além disso, o festival conta com os votos dos jurados especialistas da cena musical, que pontuam critérios como voz, letra/originalidade e apresentação virtual.

Sonja

A primeira edição do festival foi instrumental e teve como grande vencedor o artista de 21 anos, Samuel Gomes, do interior de Alagoas, o cantor Rodrigo Malize em segundo lugar e Raphael Romano em terceiro. As votações chegaram a cerca de 2 mil votos. Agora o evento tem a primeira edição dos duelos autorais, com artistas consagrados como os cariocas André Gabeh, Sonja (cantora de Blues), Thamiris Mello, Cassiano Andrade (que já teve várias músicas temas de novelas), Banda Purano, o gaúcho Lucas Ferraz, Márcio Bragança, o niteroiense Igor Carvalho, o recifense Ita, entre outros talentos. A primeira fase vai até o dia 7 de julho, com a segunda edição autoral confirmada para a segunda quinzena de julho, tendo artistas como a cantora Caru e Leandro Carvalho inscritos. Após, também está prevista uma nova edição entre escolas de músicas e claro, a versão física.

Banda EGO

Inscrições

Quem quiser pode se inscrever e participar pois as inscrições irão até o dia 10/07/2020. Basta entrar em contato através do e-mail: tocafestival@gmail.com enviando release, link com material autoral e telefone de contato. É importante estar atento, pois o diferencial é que o vídeo para participar do festival autoral tem que ser gravado durante a quarentena. Podem se inscrever artistas e bandas de todos os segmentos, tendo em vista que diversas fases estão previstas para o projeto.

O festival

Incentivado através da Lei Rouanet e com conteúdo voltado para o público em geral com classificação livre e principalmente voltado para artistas, o projeto “Toca Que Eu Te Escuto” também disponibiliza dicas para músicos, lives sobre editais de cultura e audiovisual, informações sobre o mercado e profissionais da área, playlist no Spotify, além de um canal no YouTube.

Na 1ª edição presencial, em setembro de 2018 na Tijuca, o evento teve a participação de dezesseis bandas de diversos gêneros, que fizeram apresentações para o público e também para uma comissão julgadora de peso, como o empresário e músico Rafael Galhardo, a produtora Francine Almeida, o guitarrista do Cidade Negra, César Barbosa, Priscila Seixas da Burburinho Cultural entre outros. A banda niteroiense “OverDrive Saravá” foi a vencedora, com um trabalho que misturava atitude e letras de muita expressão.

O festival tem o apoio dos Estúdios Vila Musical e Casarão Floresta, a ELVM, Sarau Brasil, Colmeia Produtiva, Um Mais Um, Like Produtora, ZennMusicBR, ASGB Produções Artísticas, BMX Eventos, Serra Velha Cervejaria Artesanal, Apeiron Produções Artísticas, Land Audio e Two Tones Guitars. Realização: Cris Mota Produções

SERVIÇO

Festival “Toca Que Eu Te Escuto” versão on-line

Local: Perfil do festival no Instagram – @tocaqueeuteescuto

Data: 1ª edição até o dia 07/07 / 2ª edição do FESTIVAL AUTORAL na segunda quinzena de julho

Inscrições: tocafestival@gmail.com

Classificação Livre

Fonte: Elisa Motta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo