Cultura

Racismo enfrentado por migrantes negros inspira performance apresentada no CCBB Rio domingo, 10, Dia Internacional dos Direitos Humanos

Um espetáculo de dança, canto e percussão apresentado por um grupo formado por 20 imigrantes do Haiti, de países africanos e por afrodescendentes brasileiros, marcará o Dia Internacional dos Direitos Humanos neste domingo, dia 10 de dezembro, às 14 horas, no CCBB Rio. A performance Clamor! Batida pelos Direitos Humanos, será uma das atividades oferecidas pelo CCBB Educativo-Lugares de Cultura e busca chamar atenção para o racismo enfrentado por migrantes negros que chegam ao Brasil. As atividades, para todos os públicos, são gratuitas e acontecem no Centro Cutural Banco do Brasil Rio de Janeiro (Rua Primeiro de Março, 66).

A performance Clamor! Batida pelos Direitos Humanos é parte do projeto internacional de MIDEQ, que estuda a migração entre os países do Sul Global, um movimento que responde por quase metade de toda a migração internacional e chega a 70% em alguns lugares. Nesta experiência está em foco a migração em seis corredores dentre eles, Haiti-Brasil. A performance itinerante tem a direção artística de Johayne Hildefonso, coreógrafo, ator e diretor que começou a sua carreira no teatro O Tablado e depois compôs o Nós do Morro. Os artistas compartilham um pouco da riqueza cultural haitiana e africana, para estabelecer diálogos com o público brasileiro e tentar, através da arte, mudar as narrativas sobre migrantes que vivem no Brasil.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo