Cultura

“A Casa Amarela” comemora aniversário de um ano com festa no dia 17 de junho

A biblioteca comunitária na Zona Norte do Rio recebeu cerca de 12 mil pessoas desde sua inauguração

Literatura, música e artes vão marcar a festa do dia 17 de junho, às 14h, para comemorar o primeiro aniversário da biblioteca “A Casa Amarela”, em Anchieta, Zona Norte do Rio. O evento terá entrada gratuita, e conta com a participação de escritores, artistas, educadores, moradores da comunidade, entre outros frequentadores do espaço cultural que vem ressignificando vidas na região.

“Foi um ano de muitas conquistas, quando milhares de pessoas entraram pela nossa porta e compartilharam de momentos felizes”, conta Pedro Gerolimich, idealizador da biblioteca, conhecido pelos moradores como Pedro do Livro. “Nossas crianças estão tendo direito a sonhar com uma nova vida através da educação e da cultura.”

A biblioteca comunitária A Casa Amarela foi fundada em 11 de junho de 2022 por um grupo de voluntários, que transformou uma casa em um centro cultural. Sua programação inclui várias atividades gratuitas, empréstimo de livros, rodas de conversa, oficinas, passeios culturais e ações educacionais para a comunidade.

Desde a sua inauguração, cerca de 12 mil pessoas visitaram a biblioteca, mais de 1.100 livros foram emprestados e mais de 8 mil livros, distribuídos gratuitamente. O espaço atende regularmente a 120 famílias nos programas de atendimento social. Cerca de 350 pessoas foram cadastradas para oportunidades de trabalho junto à Prefeitura do Rio de Janeiro . Além disso, a biblioteca realizou 18 passeios culturais gratuitos no último ano e formou 305 pessoas em cursos e oficinas livres. Uma vez por mês, acontece a Feira da Casa Amarela, com artesanato, gastronomia, moda e produtos de beleza, oferecidos por uma rede de 60 mulheres empreendedoras.

A biblioteca A Casa Amarela funciona de terça-feira a sábado, das 9:30h às 18h. O endereço é Rua Padre Mario Verse, 11 – Praça Nazaré, Anchieta. O evento de aniversário é aberto ao público e tem entrada franca.

Fonte: Marcela Canéro / Simone Botelho Counicação

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo