Sem categoria

Unigranrio-Afya inaugura evento que mistura arte e psicologia

Seminário terá oficinas de pintura e exibição de documentário sobre luta antimanicomial

A unidade de Nova Iguaçu da Unigranrio-Afya vai realizar um evento em celebração à Luta Antimanicomial no Brasil. No dia 30 de maio, o 1º Seminário de Psicologia da Unigranrio trará encontros que abordarão temas da psicologia contemporânea brasileira como violência de gênero, racismo e a situação dos hospitais psiquiátricos brasileiros. O evento é gratuito e contará com rodas de conversa, projeção de filmes, oficina de pinturas e palestrantes de renome nacional.

O superintendente de direitos humanos de Nova Iguaçu, Kléber Luiz Alves dos Santos, juntamente com Suely, usuária da rede de saúde mental e Thiago Luiz , do Núcleo de Apoio à Saúde da Família de Nova Iguaçu vão inaugurar o seminário com a palestra “Saúde Mental e Racismo: Impacto na subjetividade da população negra”. O encontro pretende evidenciar os impactos da discriminação racial no âmbito psicológico e trazer reflexões sobre o problema na cidade de Nova Iguaçu.

A valorização da arte como método terapêutico também será uma das pautas do seminário. Haverá exposições de artes disponíveis por todo o campus para visitação durante o dia, além de oficinas gratuitas de artes e pinturas que serão ministradas no período da tarde. O documentário “Em nome da razão”, sobre o cotidiano de pacientes internados no Hospital Colônia de Barbacena, será exibido no auditório.

À noite, a psicóloga Mônica Sampaio, coordenadora do Centro Especializado de Atendimento à Mulher da cidade de Japeri, e a professora Juliana Gomes, trabalhadora do SUAS, fecham o seminário com a palestra “Violência doméstica, saúde mental e direitos humanos: desafios para a psicologia na contemporaneidade”.

Programação:

Palestra: Saúde Mental e Racismo: Impacto na subjetividade da população negra

9:30h às 11h30

Oficina de artes e pintura

13:30h às 15h

Oficina de relaxamento

17h às 18h

Projeção do documentário: Em nome da razão

18h às 19h

Palestra: Violência doméstica, saúde mental e direitos humanos: desafios para a psicologia na contemporaneidade

19:30h às 21h

Fonte: Davi Goulart / Canal A COmunicação

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo