Notícias

Uma ideia empreendedora para recálculo da rota no seu negócio: olhar para si

Hoje eu vou falar com você, que está passando por um momento incômodo de transformação no seu negócio. Muitas vezes, a jornada nos faz recalcular a rota, e isso nem sempre é confortável.

Serviços que não emplacam, produtos encalhados, clientes que não aparecem, dúvidas sobre o que tem sido feito e o que se pode fazer… perguntas, perguntas e mais perguntas. Acredito que a primeira resposta sobre o que está acontecendo está dentro de nós.

Sim, muitas de nós somos a empresa: 81% das empreendedoras consideram o seu empreendimento como parte de quem são, segundo pesquisa feita em 2023 pelo Instituto Rede Mulheres Empreendedoras. Isso diz muito sobre nossa dedicação. Não estou falando de megaempresas mais complexas, estou conversando aqui com quem é a empresa.

Acredito que existem pontos fundamentais que devemos observar quando estamos passando por uma fase turbulenta, a começar por olhar para dentro de nós. Uma pessoa que não acredita em si, no próprio trabalho, no que vende, que não vê sentido no que está fazendo e, especialmente, que não está ocupando um lugar confortável e compatível com o que deseja, dificilmente terá sucesso.

É uma conclusão tão clara quanto a luz do sol, pois estamos e devemos estar no topo do ranking. Sabe quando viajamos de avião e a comissária dá aquelas instruções em caso de despressurização? Lembra que, em primeiro lugar, devemos colocar a máscara em nós mesmos e só depois podemos ajudar alguém? Pois bem, é a mesma coisa com nosso negócio.

Se ele está passando por um momento complicado, precisamos olhar para nós.
Sei que ouvimos por aí: “o cliente em primeiro lugar”, mas antes do cliente existe você, empreendedora, com as soluções que traz para o mercado e todas as suas questões que podem, sim, estar emperrando as coisas.

Você sabe que tudo o que vem de você traz um pouco de si, então, com tantas barreiras em torno de si mesma e do seu trabalho, como é que deseja ter sucesso?

sso vai se refletir na sua comunicação, pode ter certeza. Por mais que tentemos não externalizar nossas dificuldades, elas existem e fazem parte do jogo. Mas, em momentos difíceis, vale se perguntar: para onde meus esforços precisam ir agora? Eu diria: para você mesma.

A questão é que vivemos em um mundo online que traz uma narrativa de que o sucesso de qualquer CNPJ mora no número de seguidores, no conteúdo extenso e na publicidade. Isso traz a impressão de que, se apertarmos os botões certos, a coisa vai andar, e a verdade é que não é bem assim. Essas ações comunicacionais promovem o seu negócio e o tornam conhecido, mas, antes delas, tem que haver um bom produto, serviço entregue, processos que facilitam etc.

E antes disso tudo… você! Você, com o que acredita de si, no que vende e estando em um lugar que deseja ocupar de verdade. O resto vem na sequência. Estou aqui pronta para te ajudar na comunicação do seu negócio nesta outra etapa. Me siga no Instagram – @rafatayao e LinkedIn – rafa tayão.

Negócio* Artigo da colunista Rafa Tayâo, especialista em comunicação digital, planejamento de comunicação, criação de conteúdo e gestão de redes sociais. Siga no instagram Instagram – @rafatayao e LinkedIn – rafa tayão.




Portal Utilità

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo