Esportes

Torcedores param jogadores do Fluminense em protesto no CT

Pressão absurda!

Às vésperas do clássico contra o Flamengo, neste domingo (23), no Maracanã, torcedores do Fluminense estiveram presentes no centro de treinamento Carlos Castilho para protestar diante da má fase que o clube enfrenta, estando na lanterna do Brasileirão Série A 2024.

Torcida do Fluminense protesta. Foto: Gilson Lobo/AGIF
Torcida do Fluminense protesta. Foto: Gilson Lobo/AGIF

Os torcedores pararam os carros dos jogadores que chegavam para entrar no local de treinamento, fazendo com que seguranças precisassem agir para evitar que ações mais graves acontecessem com os atletas.

Este não é o primeiro episódio de protestos da torcida tricolor. Na última quinta-feira (20), muros da sede do clube em Laranjeiras, no Rio de Janeiro , foram pichados. Um grupo escreveu frases cobrando a demissão do treinador Fernando Diniz e afirmando que o clube “vai virar o inferno”.

Situação complicada do Fluminense

A torcida decidiu protestar de forma mais abrupta por conta do péssimo momento vivido pelo Fluminense no Campeonato Brasileiro. Com apenas seis pontos somados em 30 possíveis, o Tricolor está na última colocação da tabela pela primeira vez em quase 15 anos.

O triunfo do Vitória sobre o Atlético-MG por 4 a 2 carimbou a lanterna tricolor. Já defendendo o título da Libertadores, o clube até que está bem, estando nas oitavas de final e enfrentando o Grêmio em um duelo brasileiro pela vaga na próxima fase.

O Fluminense vai cair no Brasileirão de 2024?

O Fluminense vai cair no Brasileirão de 2024?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

Pela Copa do Brasil a situação também é favorável. O Tricolor se classificou tranquilamente contra o Sampaio Corrêa, vencendo tanto a partida de ida quanto a de volta por 2 a 0. Agora, o time espera a definição de um adversário para as oitavas de final.

Diniz à beira do abismo?

O treinador Fernando Diniz está cada vez mais sob pressão no cargo, tanto da torcida quanto da direção do Fluminense. A alegria do torcedor campeão da Libertadores vem acabando em menos de seis meses em 2024.

O teste decisivo para o técnico e sua equipe será contra o Flamengo neste domingo (23), no Maracanã. Caso decidam pela demissão do comandante, será preciso pagar uma multa de R$ 14 milhões, como informou o jornalista Venê Casagrande.


BolaVip

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo