Esportes

Cano revela detalhes sobre péssimo momento no Fluminense

Não é mais o mesmo?

O Fluminense de 2024 pode espantar qualquer torcedor que se acostumou com o desempenho da equipe. Campeões da Copa Conmebol Libertadores em 2023, os comandados por Fernando Diniz estão em uma espiral na descendente.

Cano machucado. Foto: Jorge Rodrigues/AGIF
Cano machucado. Foto: Jorge Rodrigues/AGIF

Um dos jogadores que teve a queda mais notável de rendimento foi o atacante Germán Cano. O argentino, que foi artilheiro do clube carioca na temporada de 2023, não consegue atuar como fez no último ano e está muito longe de apresentar o futebol que possui.

Na atual temporada, Cano marcou apenas cinco gols em 22 partidas que entrou em campo com a camisa do Fluminense. Mas, o argentino entende que tem uma explicação para seu baixo nível de rendimento menos de um ano depois da conquista inédita da Libertadores.

Durante uma entrevista concedida ao GE, Germán Cano tentou explicar a temporada abaixo dos padrões que estabeleceu com a camisa do Tricolor Carioca, revelando estar incomodado com falta de gols e o convívio constante com dores desde uma lesão sofrida em março.

Cano e suas dores…

O jogador revelou que vem sofrendo muito com seu corpo. “Difícil poder fazer com tranquilidade o que fiz no ano passado, sem dores, 100%. Nunca tive lesões, sempre quero ficar dentro do campo, poder jogar, fazer gols, ajudar o time”, afirmou Cano.

“Neste ano, infelizmente foi difícil. Tenho trabalhado no meu joelho todos os dias, com o departamento médico, para reforçá-lo, porque nunca tive uma lesão desse jeito. Primeira vez que tenho uma lesão assim”, continuou. A entorse no joelho direito foi somente a segunda lesão do jogador no Brasil. O acontecido tirou o atacante de dois jogos e voltou aos gramados marcando, contra o Colo-Colo, no dia 9 de abril. Mas, mais de dois meses depois, os desdobramentos do machucado se fazem presentes.

O Cano volta a marcar mais gols pelo Fluminense?

O Cano volta a marcar mais gols pelo Fluminense?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

“Fica difícil porque estou pensando no jogo, mas também no meu joelho, para que não aconteça nada grave. Estive trabalhando e focado no que quero fazer dentro de campo. Pouco a pouco, essa dor que sinto não vai voltar mais. Claramente, não estou 100%. Minha cabeça também pensa no joelho. É normal, todo mundo sente dores. Sempre tem uma coisa ou outra, você tem que superar a si mesmo e continuar trabalhando independente do que aconteça”, comentou.

Fim da linha de Diniz?

O treinador Fernando Diniz vem sofrendo muita pressão no cargo de treinador do Fluminense. A alegria do torcedor campeão da Libertadores acabou em menos de seis meses em 2024, vendo agora o clube em seu pior momento, quando atinge a lanterna do Campeonato Brasileiro após 10 rodadas.

Muitos começam a pedir a demissão do técnico caso aconteça mais um tropeço. O Flu entra em campo agora contra o Flamengo, neste domingo (23), pelo Brasileirão. Mas, caso queiram mandar Diniz embora, será preciso pagar uma multa de R$ 14 milhões, como informou o jornalista Venê Casagrande.


BolaVip

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo