Dicas & Curiosidades

Crescimento Anual do Mercado Sugar é de 45% no Brasil

Nos últimos anos, o mercado de relacionamentos sugar no Brasil experimentou um notável crescimento, apresentando uma média anual de 45%, segundo dados fornecidos pelo MeuPatrocínio. Esse aumento, evidenciado nas dinâmicas entre Sugar Daddies, Mommies e Babies, destaca um mercado em expansão constante e cada vez mais aceito no país.

O mercado sugar registrou um crescimento exponencial nos últimos anos, mantendo uma média constante de 45%, conforme revelado pela plataforma MeuPatrocínio, especializada em conectar pessoas nesse tipo de relacionamento. Atualmente, quase 16 milhões de brasileiros participam ativamente desse estilo de vínculo.

Crescimento Anual do Mercado Sugar é de 45% no Brasil

O conceito de relacionamento sugar chegou ao Brasil em 2016, após ultrapassar as fronteiras norte-americanas. O crescimento constante desse mercado, com uma média de aumento de 45% ao ano, é evidente nos números divulgados pelo MeuPatrocínio. A aceitação crescente desse fenômeno pode ser atribuída, em grande parte, à transformação das mentalidades coletivas, impulsionada principalmente pela disseminação da internet.

Os Sugar Daddies e Mommies buscam estabelecer relações equilibradas entre juventude e maturidade, compartilhando experiências de vida com pessoas mais jovens. Por outro lado, os Sugar Babies almejam estabilidade financeira e acesso a um padrão de vida mais elevado. Essa dinâmica resulta em relacionamentos baseados em benefícios mútuos, marcados por clareza, honestidade e maturidade.

Crescimento Anual do Mercado Sugar é de 45% no Brasil

Caio Bittencourt, diretor de comunicação do MeuPatrocínio, oferece insights sobre a busca das mulheres por relacionamentos desse tipo: “Elas estão cansadas de homens imaturos e procuram parceiros maduros que ofereçam estabilidade emocional e no relacionamento, além de todas as vantagens de estar ao lado de homens bem-sucedidos – confiança, segurança e cultura. São características atrativas.”

O Mercado Sugar Brasileiro em Números:

No Brasil, as Sugar Babies representam a maioria, compreendendo 62% do mercado, sendo o número de Sugar Babies mulheres três vezes superior ao de homens. A pesquisa revela que quase 10 milhões de Sugar Babies femininas participam, em comparação com pouco mais de 3,6 milhões de Sugar Babies masculinos.

A adesão contínua ao relacionamento sugar é evidente ao longo dos anos:

  • 2016: 999.713
  • 2017: 1.965.347 (+96%)
  • 2018: 3.130.066 (+59%)
  • 2019: 6.043.774 (+93%)
  • 2020: 8.858.875 (+46%)
  • 2021: 12.345.213 (+39%)
  • 2022: 14.716.879 (+19%)
  • 2023: 15.981.099 (+8%)

A perspectiva é de que o mercado continue a evoluir, com um crescimento estimado em torno de 20% ao ano daqui para frente, conforme destacado por Caio Bittencourt. Durante a pandemia de 2020 a 2022, o mercado cresceu aproximadamente 72%.

Crescimento Anual do Mercado Sugar é de 45% no Brasil

Destaca-se que o Sudeste lidera o mercado sugar brasileiro, com 8,36 milhões de adeptos (52,32%), seguido pelas regiões Sul, Nordeste, Centro-Oeste e Norte. São Paulo desponta como epicentro desse fenômeno, com mais de 4,7 milhões de adeptos, superando a população total de vários estados brasileiros. Além disso, São Paulo não é apenas o estado mais populoso, mas também o mais rico, com Sugar Daddies paulistas apresentando uma renda média de R$ 94 mil, enquanto a média nacional é de R$ 74 mil.

O Acre surpreende como o segundo estado com Sugar Daddies mais ricos, apresentando uma renda de R$ 91 mil. Para efeitos de comparação, o PIB de São Paulo é avaliado em 748 bilhões (2022), enquanto o do Acre é de R$ 16,4 bilhões.


Fonte: Rioemfoco

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo