Notícias

Tecnologia contribui no combate à obesidade

A obesidade é um dos graves problemas de saúde que é necessário combater. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a estimativa é de que em 2025 cerca de 2,3 bilhões de adultos no mundo estejam acima do peso, sendo 700 milhões de indivíduos com obesidade.

No Brasil, essa doença crônica aumentou 72% nos últimos 13 anos, saindo de 11,8%, em 2006, para 20,3%, em 2019. Diante dessa prevalência, vale chamar a atenção para a necessidade de tratar essa doença o quanto antes.

No entanto, apesar da má alimentação ser um grande motivo que resulta nestes números, um estudo realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) apontou que o sedentarismo, que é a falta ou redução de atividades físicas e esportivas, e que resulta em um gasto calórico reduzido, é o principal fator relacionado à obesidade no país.

Tecnologia
Aprovado pela ANVISA em outubro de 2022 e disponível apenas para algumas clínicas credenciadas, o balão deglutível é um procedimento simples, rápido e seguro.

Não necessariamente uma pessoa obesa é sedentária e vice-versa, porém quando ambos estão atrelados, podem trazer malefícios ainda maiores para a saúde como diabetes, colesterol ou doenças cardíacas.

A obesidade é uma doença crônica, progressiva e multifatorial. Sabe-se que o paciente portador dessa doença, necessita de um acompanhamento multidisciplinar com psicólogos, nutricionistas, médicos e educadores físicos.

Visto que o emagrecimento não é uma tarefa fácil, sempre houve uma necessidade na medicina para a busca de novas cirurgias, medicamentos e procedimentos para auxiliar esses pacientes na perda de peso.

A cirurgia bariátrica, por um longo período, foi vista como a única opção para muitas pessoas que desejavam perder peso, porém, por ser um procedimento invasivo e com riscos associados, muitas pessoas não desejam realizá-la, ou não tem a indicação para tal.

Hoje, graças à tecnologia e ao avanço na medicina, é possível oferecer aos pacientes procedimentos minimamente invasivos sem a necessidade de cirurgia ou internação, para uma perda de peso significativa e duradoura.

Aprovado pela ANVISA em outubro de 2022 e disponível apenas para algumas clínicas credenciadas, o balão deglutível é um procedimento simples, rápido e seguro. Ele vem no formato de uma cápsula junto com um cateter, que o paciente irá engolir com o auxílio de um copo de água. Após a deglutição do dispositivo é realizado um raio-x para verificar a posição correta dentro do estômago e, em seguida, ele é preenchido com um líquido específico.

O balão tem como função ocupar um espaço dentro do estômago, com intuído de causar saciedade precoce e lentificar a digestão, tornando mais fácil ao paciente a realização de dietas hipocalóricas. A média de perda de peso é de 15% durante todo o tratamento, que tem uma duração média de 16 semanas. Após esse período o balão murcha, e é eliminado por meios fisiológicos, não tendo a necessidade de internação hospitalar, endoscopia ou anestesia.

Bariátrica * Artigo publicado pela colunista Camila Teixeira, médica especialista em endoscopia bariátrica e CEO da clínica SoulRio (@dra_camilateixeira).


Portal Utilità

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo