Sem categoria

Volta do Mundo Bambas agita a Tijuca

No dia 4 de março, começaram as qualificatórias para a terceira edição do Volta do Mundo – Bambas (VMB), um projeto de Capoeira que tem como objetivo destacar a modalidade no cenário nacional e internacional das artes marciais. O evento foi realizado no Tijuca Tênis Clube, na zona Norte do Rio de Janeiro , e contou com a participação de 82 atletas. Thiago Marreta, lutador de MMA, é o embaixador do evento.O Volta do Mundo foi criado em agosto de 2022 e busca reunir atletas que sonham em viver do esporte e ter reconhecimento dentro e fora da bolha capoeirista. O carro-chefe do projeto é o Volta do Mundo – Bambas (VMB), que caminha para a terceira edição e tem atraído atletas de todo o país e dos vizinhos sul-americanos desde o primeiro evento. Os dois torneios iniciais foram realizados na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, e contaram com a presença de mais de 1.000 pessoas e cerca de 60 mil telespectadores online. Outro produto da marca é o Volta do Mundo – Seletivas (VMS), que qualifica os vencedores para o Bambas.
Além de Thiago Marreta, ex-UFC e lutador de PFL, ser o embaixador do evento, e o Volta do Mundo tem contado com o apoio de Rodrigo Minotauro, Pedro Rizzo, Fabrício Werdum e atores familiarizados com o esporte como Felipe Simas, Dudu Azevedo e Isabella Santoni.
Felipe Tropeço, diretor-técnico do evento, destaca que o objetivo do Volta do Mundo é dar à capoeira o reconhecimento que ela merece como esporte, cultura e ferramenta de inclusão. “O evento busca evitar que os atletas desistam ou migrem para outras lutas com mais visibilidade e premiação em dinheiro”. Embora o Volta do Mundo ainda esteja longe de ser um UFC, Tropeço espera que ele se torne um evento que não só abra portas, mas empregue, remunere e inspire lutadores.Hoje, existem cerca de 6 milhões de praticantes de capoeira no Brasil. No entanto, segundo Saverio Scarpati, diretor-executivo da competição, o cenário de protagonismo para a modalidade é desolador. O jovem que inicia e segue na capoeira se orgulha de representar o esporte, mas não há expectativa de remuneração.

Na seletiva realizada no Tijuca Tênis Clube, houve algumas novidades, como a inauguração da categoria master – para atletas com 40 anos ou mais – que contou com o primeiro jogo casado da história do evento, no qual Mestre Topeira venceu Mestre Cocoroca; no juvenil, Espoletinha e Yann foram os vencedores no feminino e masculino, respectivamente. Na categoria adulto, que permitiu aos campeões participar do VMB 3, Kitana derrotou Cachinho na final, e Budião venceu Nunes, ambos levando para casa um prêmio de R$ 1.500,00. Budião expressou sua gratidão pela oportunidade e elogiou o evento, considerando-o algo ímpar para a Capoeira.
RESULTADOS:Jogo casado
Campeão – Mestre Topeira | Denis Cardoso dos Reis
Vice – Mestre Cocoroca | Márcio Henrique de Oliveira BarbosaJuvenil feminino
1ª – Espoletinha | Mara Beatriz Silva de Souza
2ª – Dengosa | Giovanna Reis GoiabeiraJuvenil masculino
1º – Yann | Yann Silva da Costa
2º – Mamute | Domingos Rafael dos Santos da Conceição
3º – Torresmo | João Victor Ribeiro Raimundo
4º – Dudu | José Eduardo Silva de Sousa MendesProfissional feminino
1ª – Kitana | Julyana Ohana Pacheco Chuab
2ª – Cachinho | Karen dos Santos Laurentino Vieira
3ª – Mel | Natália da Silva Oliveira
4ª – Gata | Janaely Alves FariasProfissional masculino
1º – Budião | Rhullyt Azevedo
2º – Nunes | Paulo Ferreira da Silva
3º – Lek | Fernando Marques da Silva
4º – Bentivi | Wandeson Cleiton Silva

Fonte: Hilton Mattos

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo