Slide Capa

“Mãos gigantes” chegam ao Palácio da Cidade e Prefeitura do Rio

Obras de mais de 2 metros de altura em formato de pares de mãos representam a superação das dificuldades de 2020 e a esperança de retomada da normalidade em 2021. Intervenção urbana integra a campanha Rio de Mãos Dadas, do Sistema Fecomércio RJ.

RIO DE JANEIRO – O Palácio da Cidade, em Botafogo, e a sede administrativa da Prefeitura do Rio de Janeiro , no Centro, exibem, a partir de segunda-feira, 17 de maio, as “mãos gigantes” da campanha Rio de Mãos Dadas, conjunto de iniciativas do Sistema Fecomércio RJ (Sesc RJ e Senac RJ) que visam a envolver as pessoas em um clima de positividade em 2021 para superar o difícil ano que passou. 
A mostra fica até o dia 26 de maio e, assim como nas fases anteriores da intervenção, que já percorreu bairros e pontos turísticos da cidade, as mãos serão posicionadas, primeiramente, separadas, simbolizando as privações impostas pela pandemia; e, posteriormente, serão unidas, representando a esperança da retomada de contatos, planos e afetos este ano.  

Confeccionadas com fibra de vidro, cada obra tem mais de 2 metros de altura e o formato de duas mãos, trabalhadas por dez artistas locais. São eles: Agrade Camíz, Bruno Awful, Cláudia Lyrio, Igor Nunes, LooStavale, Márcia Falcão, Maria Amélia Diegues, Mario Band´s, Robnei Bonifácio e Yhuri Cruz. 

Além da intervenção urbana, a campanha Rio de Mãos Dadas prevê para este ano exposições itinerantes, maratonas virtuais, cursos adaptados ao “novo normal”, Prêmio Fecomércio de Cultura e uma Edição Especial do Prêmio Visão Consciente, entre outras atividades. 

Serviço
Rio de Mãos Dadas – Mãos Gigantes

De 17 a 26 de maio

Palácio da Cidade – Rua São Clemente, 360 – Botafogo | Obras: Coadunação, A Vida Presente, Fuga e Fúria

Prefeitura do Rio de Janeiro – Rua Afonso Cavalcanti, 455 – Cidade Nova Obras: Cuida, Fluxos, Manifesto Pós-Vandalismo, Feito com Carinho, Cultura da Borda na Palma da Mão, Nas Nossas Mãos, Hinterlândia é o Centro. 

Fonte: Hellen Silva Duarte / Foto: Hélio Melo

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo